Diversidade e qualidade juntas

Leilão e Cia / 13:10 - 23 de mai de 2007

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Dizem os espanhóis que "en la variedad está el gusto" e com eles concordam muitos dos que freqüentam as casas de leilões em busca de obras de arte e objetos- antigos ou não -, para o próprio deleite (colecionadores), composição de ambientes (decoradores) e também aqueles que estão à procura de determinadas peças para completar o mobiliário de casa, presentear parentes e amigos que se casam e por vai. É para gente assim, que gosta de ver coisas variadas e exige o que há de melhor para comprar, que Valdir Teixeira organizou o leilão que realizará nos dias 29, 30 e 31 deste maio que se despede, a partir das oito e meia da noite. A exposição, ensejo para pegar o catálogo e olhar de perto o acervo de ocasião oriundo do espólio de família de tradição, começa neste sábado, 26 e permanece franqueada até segunda-feira, 28, das 16 ás 22 horas nos três dias. O convite para o desfile/venda de Teixeira na Rua Sacopã, 9, Fonte da Saudade, que está [circulando pela cidade, já antecipa parte do que o público encontrará : uma bela coleção de bengalas e guarda-chuvas com acabamento superior de ouro, prata e marfim; apliques de cristal, assinados, Art Nouveau e Art Deco; par de floreiras de Mary Gregory; uma bomboniere em porcelana Velho Paris que é encantadora; uma escultura em bronze que retrata Napoleão Bonaparte; um tinteiro erótico em prata de lei; licoreiros de cristal com prata da valorizada manufatura WMF; vasos de Gallé; um casalzinho namorando em biscuit e bronze de origem francesa; e ainda um charmoso conjunto de estatuetas de porcelana que mostra figurinhas graciosas nas mais diversas posições. Pinturas de autores nacionais e estrangeiros exibem-se nas paredes da casa de lances de Valdir, em tamanhos e molduras variadas, capazes de satisfazer diferentes preferências. Manoel Santiago, Edgar Walter, Agostinelli e Carlos Oswald dividem o espaço com autores de outras terras, entre os quais estão V. Gilbert, com "Passeio no Campo" e Hubert Ritzenhofen, com "Marinha". Soraia e Evandro em ação Um alentado catálogo, com texto do crítico Frederico Moraes contando "Pequena História da Arte Moderna e Contemporânea", documenta o iminente leilão preparado por Soraia Cals que Evandro Carneiro conduzirá nas noites de 29 e 30, a partir das 21 horas, no já conhecido endereço da Avenida Atlântica, 1.130. Mais de 150 artistas assinam quadros e esculturas que somam 260 lotes, de Lívio Abramo a Abelardo Zaluar, seguindo a ordem alfabética. O nome mais forte do leilão, de Cândido Portinari, justifica a beleza de um retrato de mulher (Yolanda Cozzo) que deverá provocar disputa quando da apresentação do lote 106. A obra está reproduzida no catálogo raisonné que foi elaborado e lançado sob a chancela do Projeto Portinari. Base para venda: R$ 250 mil. Nesse pregão de Soraia/ Evandro serão oferecidos a lance alguns excelentes trabalhos de renomados artistas com preços encorajadores. Por exemplo: duas lindas pinturas de Edith Blin (uma fulgurante cabeça feminina e um vaso de flores - lotes 104 e 231) cada uma por apenas R$ 1.200 e um óleo de Quirino Campofiorito, lote 210, com inicial de R$ 800,00. Nesta quinta-feira Várias oportunidades podem ser aproveitadas nesta quinta-feira, 24 e aqui estão elas: materiais e equipamentos ( central telefônica, móveis de escritório, etc.) serão leiloados às 12 horas, na Rua do Alho, 1.300, no Mercado São Sebastião, por Rogério Menezes: um apartamento situado na Rua Oscar Waldetaro, 176/1903, Condomínio Novo Leblon, na Barra da Tijuca e dividido em varanda, sala, dois quartos (um suíte), banheiro, cozinha, área e dependências para empregada e uma vaga na garagem, que Silas Barbosa dará por vendido pela melhor oferta às 15 horas, no Fórum da Barra, que fica na Av. Luiz Carlos Prestes; e, também pela melhor oferta, uma casa triplex situada no Recreio dos Bandeirantes, Condomínio "Spazio del Mare", que Rodrigo Portella apregoará às 16 horas, no átrio do Fórum carioca situado na Avenida Erasmo Braga, 115, no Castelo. Os telefones para informações são os seguintes: Rogério Menezes, 2270-2270; Silas Barbosa, 25330307; Rodrigo Portella, 2533-7248. Programa em São Paulo Inaugura-se hoje, em São Paulo, no Instituto Tomie Ohtake (Av. Faria Lima, 201), às 20 horas, sob o patrocínio da Petrobrás, a exposição "Modernos Pós Modernos Etc", que reúne trabalhos de mais de sessenta artistas surgidos nas décadas 80/90. Segundo texto do convite belamente ilustrado, "esta mostra é a terceira de uma série de quatro que compreende os movimentos artísticos brasileiros do pós- guerra à atualidade, justamente o meio século primordialmente trabalhado pelo Instituto Tomie Ohtake". Entre os participantes da mega exposição encontram-se muitos que estão ganhando espaço (e cotação) nos leilões de arte do Rio de Janeiro, como Adriana Varejão, Beatriz Milhazes, Daniel Senise, Ernesto Neto, Jac Leiner, Jorge Guinle, Leonilson, Luiz Zerbini, José Bechara e Nuno Ramos. Ledy Gonzalez

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor