Diferença de gênero no trabalho é injusta e ineficiente

Mulheres perdem em média 2,5 vezes mais tempo que homens em trabalhos não remunerados.

Fatos e Comentários / 17:39 - 15 de out de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As mulheres realizam, em média, 4,4 horas de trabalho não remunerado em todo o mundo; os homens, apenas 1,7 hora. Trabalho não pago diminui à medida que aumenta o desenvolvimento econômico. A diferença é menor em alguns países. Na Noruega, a diferença é pequena, com as mulheres realizando 3,7 horas de trabalho não remunerado, enquanto os homens contribuem 3. No outro extremo, no Egito, as mulheres realizam 5,4 horas por dia de trabalho não remunerado, e os homens apenas 35 minutos. Nos EUA, as mulheres fazem 3,8 horas de trabalho não remunerado, e os homens, 2,4 horas.

Artigo dos pesquisadores do Fundo Monetário Internacional (FMI) Kristalina Georgieva, Cristian Alonso, Era Dabla e Kalpana Kochhar argumenta que, ao não envolver totalmente as mulheres, a economia está alocando recursos incorretamente, fazendo com que realizem tarefas de baixa produtividade em casa, em vez de tirar proveito de todo o seu potencial no mercado. O resultado é menor produtividade e crescimento econômico. “Essa lacuna de gênero no trabalho não remunerado não é apenas injusta. É claramente ineficiente.”

Segundo o estudo, o Unicef estima que as mulheres gastam 200 milhões de horas por dia em todo o mundo simplesmente buscando água. Na Índia, passam mais de uma hora todos os dias coletando lenha. Um melhor acesso a eletricidade e água e aparelhos mais baratos ajudou a aumentar a participação da força de trabalho feminina no México e no Brasil.

 

Voz do dono

Depois, a mídia tradicional não venha reclamar. Duas matérias este fim de semana ajudam a explicar a queda na leitura e na audiência dos grandes grupos. Duas, não; na verdade, a Record escondeu uma. Enquanto todos os meios de comunicação do mundo, redes sociais inclusive, falavam da canonização da Irmã Dulce – agora, Santa Dulce – a rede de televisão ligada à Igreja Universal ignorava o tema em seus principais programas de notícias.

Todas as outras redes de TV brasileiras dedicaram ao menos 5 minutos ao tema, e esse tempo em várias edições de telejornais. Lembre-se, como costumava fazer o colunista Sérgio Barreto Motta: televisão é concessão do Estado, tem que ser pautada pelos interesses sociais e culturais da população.

No domingo, reportagem da Globonews abordava o cadastro positivo. Apenas um especialista foi entrevistado; precisa dizer que era a favor? Nada de contraditório. O tom da matéria era de exaltação. Nem pensaram em responder à pergunta: se é tão bom para o consumidor, por que precisa ser obrigatório?

 

Homenagem

Nesta quinta-feira, às 18h30, o deputado federal Paulo Ramos (PDT-RJ) receberá a Medalha Tiradentes, maior comenda do Legislativo fluminense, que Ramos conhece tão bem, já que exerceu o mandato de deputado estadual durante cinco legislaturas.

A homenagem foi proposta pelos deputados Martha Rocha e Thiago Pampolha e aprovada por unanimidade. A cerimônia será no plenário da Alerj.

 

Previsões

Na 1ª eleição presidencial, Ciro fez 11%; na 3ª, após 20 anos, fez 12%. O "especialista em voto" Alberto C. Almeida diz que Ciro chega ao 2º turno em 200 anos. É o que cravou Haddad eleito.

Rápidas

O consultor Luiz Affonso Romano ministra mais uma turma do Curso de Desenvolvimento de Consultores, dias 30 e 31, das 9h às 18h, no Centro Empresarial Dimension, Barra da Tijuca (RJ). Inscrições: desenvolvimentodeconsultores.eventbrite.com.br *** A partir desta quinta-feira, o Instituto Gênesis da PUC-Rio realizará o Inove Carreiras & Negócios Em E-Sport. O evento é gratuito. Inscrições pelo Sympla: bit.ly/2nqnWm8 *** A Johnson & Johnson tem nova chefe de Recursos Humanos Brasil, Betina Lackner, que substitui Guilherme Rhinow, que recentemente assumiu a Diretoria de RH para J&J Medical Devices AL *** O Carioca Shopping participará da Virada Sustentável entre 18 e 20 de outubro, um dos mais importantes eventos de sustentabilidade do país, com oficinas de arte, debates e aula de ioga *** O Caxias Shopping receberá sábado a última etapa do Circuito Caxiense de Judô, que reunirá judocas de toda a Baixada Fluminense. Começa às 12h *** Bioeconomia e ética inspiram a 25ª Semana Científica da FMP/Fase, em Petrópolis, de 23 a 25 deste mês *** Uso de paletó e gravata será facultativo no TRT/RJ de novembro a março.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor