Advertisement

Deputado federal Chico D’Ângelo

Decisões Econômicas / 22 Fevereiro 2018

Chico D’Ângelo

Crítico feroz do presidente Michel Temer, que diz ser um golpista, usurpador, traidor e comandante do impeachment de Dilma no Congresso Nacional, o deputado federal Chico D’Ângelo exerce seu terceiro mandato parlamentar, com foco na saúde pública e em defesa das atividades culturais. Chico D’Ângelo foi secretário municipal de Saúde dos prefeitos Jorge Roberto Silveira e Godofredo Pinto, de Niterói (RJ), e como parlamentar organizou audiências públicas para discutir as ações dos ministérios da Saúde e da Cultura no Estado do Rio, com a participação de outros representantes fluminenses em Brasília. Ele diz:

É importante que as famílias humildes sejam atendidas com dignidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que as atividades culturais recebam apoio integral, com recursos financeiros e logísticos, dos três níveis de governo: federal, estadual e municipal.

 

Créditos suplementares

O governador Luiz Fernando Pezão começou o ano de 2018 com a assinatura de dois créditos suplementares, o de número 46.199, no valor de R$ 1,685 bilhão, e o 46.210, no valor de R$ 729,344 milhões, ambos assinados no finalzinho de dezembro de 2017 e publicados no Diário Oficial de 20 e 30 de janeiro de 2018, respectivamente. No primeiro decreto, o governador reforça o caixa do Rioprevidência com R$ 173,920 milhões, inclusive com antecipação de receita dos royalties de petróleo, para pagamento de benefícios e encargos sociais aos aposentados e pensionistas. O restante do dinheiro foi pulverizado pelas demais secretarias e órgãos estaduais. No segundo decreto, o dinheiro foi quase totalmente para o Rioprevidência, ou seja, num total de R$ 710,459 milhões.

 

Emusa

A Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa) da Prefeitura de Niterói foi autorizada pelo prefeito Rodrigo Neves a contratar a empresa Hydra Engenharia e Saneamento, no valor de R$ 12,041 milhões, para realizar obras de urbanização, drenagem e pavimentação no bairro Boa Vista. As obras devem ser realizadas num prazo de dez meses corridos, segundo o contrato.

 

MCAM/TVQ Interatividade

O presidente do Legislativo carioca, vereador Jorge Felippe, autorizou a prorrogação do contrato com a empresa MCAM Digital Serviços, no valor de R$ 104 mil, para operacionalizar a TV Câmara. E autorizou também a prorrogação do contrato com a empresa TVQ Interatividade, por um período de 12 meses, para manter o sistema de vigilância eletrônica, ao custo de R$ 111,916 mil.

 

Degase

O secretário estadual de Educação do Rio, Wagner Victer, autorizou a assinatura de dois contratos com a empresa Manson Serviços Especializados, no total de R$ 8,370 milhões. A Manson é especializada em construções e reformas na área da construção civil.

O Degase, órgão vinculado à Secretaria, presidido por Alexandre Azevedo de Jesus, liberou do seu orçamento deste ano R$ 6,692 milhões; destes, R$ 1,249 milhão para a JB Alimentação e Serviços, empresa que serve quentinhas às crianças abrigadas nos Centros do Departamento Geral de e Ações Socioeducativas.

 

Hospital Psiquiátrico

O Hospital Psiquiátrico de Jurujuba, em Niterói, vai ganhar residências terapêuticas novas, conforme edital de licitação publicado no Diário Oficial, com um custo estimado em R$ 812,006 mil.