CVM considera legal eleição de Leite para presidência da Usiminas

Acredite se puder / 16 Maio 2017

A Usiminas recebeu um ofício da CVM no qual o colegiado afirma que não viu infração à legislação societária nas reuniões do conselho de administração da companhia dos dias 25 de maio do ano passado e 23 de março deste ano, que elegeram Sérgio Leite para a presidência da siderúrgica, no lugar de Rômel de Souza. No documento, a CVM disse que o conselho da Usiminas exerceu seus votos “de maneira informada e fundamentada, independente de orientação dos acionistas que os elegeram, assim como do presidente do conselho”. É possível recorrer do entendimento da CVM no prazo de 15 dias contados da ciência do interessado. A Nippon Steel, sócia da Usiminas ao lado do grupo Ternium-Techint, havia apresentado reclamação no qual questionava as eleições e a maneira que foram feitas, já que não houve acordo prévio entre os sócios. A Nippon alega que a eleição de Leite para a presidência foi ilegítima, já que o acordo de acionistas da Usiminas prevê consenso entre a Nippon e Ternium sobre a diretoria da empresa.

 

Justiça prorroga suspensão de execuções contra Oi

A Oi informa que a 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro prorrogou por 180 dias úteis, ou até a Assembleia Geral de Credores, o chamado stay period, durante o qual ficam suspensas todas as ações e execuções em curso contra a operadora e suas subsidiárias. Conforme cópia do despacho judicial, “ficam suspensas todas as execuções, sejam elas extrajudiciais ou de cumprimento de sentença, provisórias ou definitivas, inclusive as execuções através das quais estejam sendo cobradas as multas e/ou sanções administrativas aplicadas contra as devedoras”.

 

Facebook é multado em 150 mil euros

O Facebook recebeu uma multa de 150 mil euros do órgão fiscalizador de proteção de dados da França por falhar em impedir que dados de usuários fossem acessados por anunciantes. A agência fiscalizadora CNIL disse que a multa – que foi imposta tanto ao Facebook Inc como ao Facebook Irlanda – faz parte de uma ampla investigação europeia que também está acontecendo na Bélgica, Holanda, Espanha e Alemanha sobre práticas da empresa. No ano passado, o órgão fiscalizador francês deu ao Facebook um prazo para parar de rastrear atividades online de não usuários sem o consentimento deles e ordenou que a rede social parasse a transferência de dados pessoais para os Estados Unidos. O Facebook argumentou que a autoridade de proteção de dados da Irlanda, não a CNIL, é a autoridade competente para formular tais ordens, já que a sede europeia da companhia de rede social fica em Dublin. Em comunicado, empresa não disse se vai tomar ações como resultado da multa.

 

GP Investments anuncia fusão

A GP Investments anunciou a fusão com Rimini Street. A negociação faz parte de uma série de transações com foco em companhias com potencial de crescimento no longo prazo nos setores de bens de consumo, serviços e varejo. A transação envolverá a emissão de aproximadamente 63,8 milhões de ações ordinárias da GPIAC, ao preço de US$ 10 por ação para os atuais acionistas da Rimini. Após a conclusão da operação, acionistas da GPIAC deverão deter aproximadamente 25% da companhia combinada em base totalmente diluída, enquanto os atuais acionistas da Rimini Street trocarão as suas ações da Rimini por aproximadamente 75% da companhia combinada. A Rimini Street é líder global na oferta independente de serviços de manutenção de softwares corporativos, segundo comunicado.

 

Instagram fica ainda mais parecido com Snapchat

Um novo recurso adicionado ao Instagram nesta terça-feira tornou o aplicativo ainda mais parecido com o Snapchat: agora, tal como o último, ele conta com o recurso das “máscaras”, os filtros que são aplicados ao rosto do usuário ao gravar um vídeo, tirar uma foto e até gravar um Boomerang. Este era um dos poucos recursos que o Instagram ainda não tinha em comparação com o outro aplicativo. Para usá-lo, o usuário precisa somente abrir a câmera do Instagram e tocar no novo ícone de um rosto, localizado no canto inferior direito da tela. Além deste recurso, a rede social anunciou também a ferramenta “Rebobinar”, que permite que o usuário grave um vídeo e publique-o “do final para o começo”; além de emoticons, textos e desenhos, o usuário poderá acrescentar hashtags à história, também através do ícone de hashtag.