Advertisement

Correios terão agências dentro de lojas

Investimento mínimo de r$ 10 mil para um contrato de 5 anos.

Empresas / 04 Janeiro 2019

Os Correios anunciaram nesta sexta-feira a implantação das unidades modulares, conhecidas como store in store (loja dentro de loja). Serão licitados 27 lotes em 11 estados. Os interessados em instalar os canais de atendimento chamados de “Correios Aqui” podem enviar as propostas para os Correios até o dia 8 de março. O investimento mínimo exigido é de R$ 10 mil para um contrato de 5 anos.

Os Correios afirmam que essas unidades fazem parte de um processo de remodelagem da rede de atendimento. O objetivo é fazer parceria com as lojas e estabelecimentos comerciais que tenham atividades não concorrentes às dos Correios. Assim, as unidades utilizarão as infraestruturas, conveniências e recursos humanos desses estabelecimentos.

Em outubro, os Correios anunciaram o fechamento de 41 agências em imóveis alugados e próximas a outras unidades, com distância não superior a 2 km. A estatal justificou que a desativação das unidades fazia parte de um “processo de remodelagem da rede de atendimento, por meio da otimização e realocação dos recursos existentes, que, além de colaborar com a sustentabilidade da empresa, resultará em melhorias no atendimento aos cidadãos”.

Os Correios informaram que novos modelos de atendimento seriam implementados, com o objetivo de ampliar a rede de agências de 12 mil pontos de atendimento para aproximadamente 15 mil até 2021. Uma das inovações será a implantação de agências móveis de forma gradativa a partir deste ano.

 

Modelo novo

 

De acordo com a empresa pública, a parceria a ser firmada entre o varejista e os Correios não é franquia, ou seja, o parceiro não será um franqueado. O modelo de atendimento a ser licitado contempla a permissão. Com isso, o futuro parceiro torna-se um permissionário cujas regras a serem seguidas diferem da franquia.

O varejista terá liberdade para contratar seus funcionários, que serão capacitados pelos Correios para o desenvolvimento das atividades nas unidades. Haverá metas definidas, com o objetivo de estabelecer o nível de qualidade mínima relativa ao serviço postal prestado pela unidade. O parceiro será auxiliado para que seu desempenho traga o retorno do investimento.

Segundo os Correios, o critério para escolha das localidades foi com base em estudo de mercado que apontou oportunidades de negócios para prestação de serviços postais.

“O modelo de canal de atendimento visa disponibilizar os serviços postais em regiões que possuam demanda, tanto para expansão de mercado quanto para complementação dos canais atualmente instalados nas localidades”, informou. Os interessados em abrir uma unidade "Correios Aqui" podem enviar email para licitacoes@correios.com.br ou pelo telefone (61) 2141-6481.