Corporações têm 7 vezes mais lucros em paraísos fiscais

Três países responderam por 2/3 dos dividendos de empresas dos EUA.

Mercado Financeiro / 22:15 - 20 de set de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As grandes empresas dos Estados Unidos registram sete vezes mais lucros em paraísos fiscais do que obtêm em seis grandes economias mundiais (China, França, Alemanha, Índia, Itália e Japão). O dado mostra a fuga do pagamento de impostos, com as corporações transferindo receitas para paraísos fiscais.
Os lucros das empresas norte-americanas vão principalmente para Bermudas, Caribe Britânico, Irlanda, Luxemburgo, Irlanda, Singapura e Suíça. As informações foram levantadas por Brad Setser, do instituto independente Council of Foreign Relations.
Três pequenos países (Bermudas, Holanda e Irlanda) responderam por quase dois terços (US$ 500 bilhões) dos US$ 775 bilhões em dividendos que as empresas dos EUA retornaram ao país em 2018.
Análise do Fundo Monetário Internacional (FMI) mostra que os países que não pertencem à Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) perdem cerca de US$ 200 bilhões em receita por ano, ou cerca de 1,3% do PIB, devido a empresas que transferem lucros para locais com baixos impostos.
Martin Wolf, articulista do Financial Times – principal veículo de comunicação das finanças mundiais – publicou artigo em que mostra preocupação com o rentismo, que está elevando a desigualdade e diminuindo a produtividade.
Em “Capitalismo rentista ameaça a democracia”, Wolf lamenta o avanço populista, que cresce à medida que aumenta a concentração de renda e reduzem-se as respostas do sistema político ocidental. Para o articulista do FT, tal situação ameaça destruir a democracia liberal.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor