Conselho da Ser Educacional aprova oferta primária de ações

Acredite se puder / 17 maio 2017

O conselho de administração da Ser Educacional aprovou, na reunião realizada em 12 de maio, aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária, com esforços restritos de colocação, por meio da qual poderá levantar aproximadamente R$ 445 milhões. Serão ofertadas 17.429.152 ações ordinárias, foi comunicado ao mercado. O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento (bookbuilding), que se iniciará na terça-feira e se encerrará em 24 de maio. Com base no valor de fechamento de sexta-feira, de R$ 25,52 por ação, a oferta permitirá à Ser Educacional levantar o equivalente a R$ 444,79 milhões. Conforme o documento, os recursos provenientes da operação serão usados para financiar a expansão de seu negócio, por meio de aquisições, investimentos em crescimento orgânico, incluindo os polos de ensino a distância (EAD) e os presenciais.

 

Renault retoma produção após ataque cibernético

A Renault informou que 90% de suas fábricas estavam operando normalmente pela manhã, depois de a montadora francesa ter sido obrigada a suspender a produção em unidades da França e da Romênia para prevenir a propagação de um ransomware. A decisão da Renault de interromper temporariamente a produção ocorreu após um ataque cibernético de escala global que travou computadores em mais de 150 países, provocando problemas em diversos setores.

 

CVM remarca sessão para julgamento de Eike

A CVM remarcou novamente a data para a continuação do julgamento do empresário Eike Batista por uso de informação privilegiada na negociação de ações da OSX, braço de construção naval do Grupo X. A nova data agora é dia 13 de junho, às 15 horas, conforme pauta divulgada no DOU. O julgamento começou no dia 25 de abril, mas foi suspenso por um pedido de vista do diretor Pablo Renteria. No início do mês, a CVM havia definido que essa sessão de continuação da análise seria realizada em 30 de maio, mas, nesta segunda-feira, 15, a data foi alterada de novo. O processo administrativo sancionador que trata do caso foi aberto em 2013 e deu origem a uma ação penal ainda em curso contra o empresário por crime contra o mercado de capitais.

 

Petrobras deve voltar ao mercado externo

Segundo a Bloomberg, a Petrobras volta a mercado externo e reabre notas seniores com vencimento em 2022, 2027, 2044. Os recursos são para repagamento e uso geral da companhia. Já na sexta, a Petrobras informou que foi notificada da decisão do Carf definitiva e favorável à companhia, em processo administrativo fiscal que aborda o momento da dedutibilidade dos gastos incorridos pela Petrobras com o desenvolvimento da produção de petróleo e gás, para fins de apuração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, referente ao exercício de 2009, no valor atualizado de R$ 5,8 bilhões.

 

Gerdau negocia venda de ativos no México

 

O grupo Gerdau está com negociações avançadas para vender uma das duas siderúrgicas que controla no México, a Sidertul, segundo fontes ouvidas pelo Valor Econômico. O negócio está em linha com a intenção da companhia de manter no portfólio ativos de maior rentabilidade e conseguir engrossar o caixa saindo de subsidiárias que não dão o retorno desejado.