Conexão de bolsas Shenzhen-Hong Kong tem prazo até novembro

Mercado Financeiro / 07:50 - 29 de ago de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Beijing - A Bolsa de Valores de Shenzhen da China exigiu que as empresas de valores mobiliários completem todos os trabalhos de preparação antes do início de novembro para o programa de conexão das bolsas de Shenzhen e Hong Kong. Antes do final de setembro, as empresas devem desenvolver os sistemas técnicos exigidos para participar de testes operacionais, disse a bolsa de valores em um comunicado recente. "Algumas companhias de valores mobiliários já terminaram os desenvolvimentos tecnológicos e encerrarão em breve todo o processo de preparação", disse ele. Todas as preparações devem ser concluídas antes do início de novembro a fim de atender às exigências para o lançamento oficial do programa de conexão de bolsas, segundo o comunicado. A Comissão Reguladora de Valores da China disse no início deste mês que assinou uma declaração conjunta com a Comissão de Valores Mobiliários e Futuros de Hong Kong sobre a aprovação do estabelecimento do mecanismo de conexão de bolsas Shenzhen-Hong Kong. O lançamento oficial somente acontecerá após preparações completas para regulamentos e sistemas de comércio e liquidação, aprovações reguladoras, sistemas técnicos e operacionais, cooperação em aplicação da lei e regulação e também educação do investidor, disse a comissão. Uma ligação similar entre as bolsas de valores de Shanghai e Hong Kong foi estabelecida em novembro de 2014. Ambos os esquemas permitem que os investidores na parte continental e em Hong Kong transacionem as ações selecionadas de ambas as partes dentro de uma cota diária fixada. Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor