China vai abolir monopólio milenar

Internacional / 23:07 - 6 de mai de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A partir de 2017, a China vai acabar com o monopólio estatal do sal. Há mais de dois mil anos que o estado chinês controla os preços de distribuição e produção do produto. De acordo com a rede de televisão estatal CCTV, o Conselho de Estado da China decidiu iniciar uma reforma que, na prática, vai acabar com o monopólio do governo. As mudanças, porém, não preveem autorizar mais produtores ou vendedores de sal. Na China, as empresas que produzem e vendem sal no atacado têm que solicitar uma licença do governo para operar e, até agora, o país também fixava cotas de produção e preços, enquanto a distribuição estava reservada às empresas do Estado. Segundo a imprensa oficial, o Conselho de Estado não prevê aprovar a entrada de novas empresas no setor, mas promoverá as fusões e aquisições das empresas que operam atualmente para permitir a entrada de capital privado. O sal era, desde o século VII antes de Cristo, um monopólio estatal e, apesar de o governo desejar há vários anos alterar a legislação, encontrou resistências dentro do setor. A China, no entanto, mantém o direto de intervir nos preços em caso de grandes oscilações.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor