CEO faz gestora maior acionista da Oi, que o quer fora

GoldenTree se tornou a maior detentora de ações da companhia após a reestruturação feita por Eurico Teles.

Acredite se Puder / 18:16 - 19 de ago de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A GoldenTree Asset Management revelou nesta segunda-feira, que está discutindo com o conselho da Oi a alta administração da empresa, a substituição de Eurico Teles como CEO da companhia, pois o consideram que é um ‘advogado talentoso’ mas não o administrador experiente que possa executar o plano estratégico sem que a empresa queime seu caixa mais rápido do que esperado.

O mais interessante disso é que a Golden Tree se tornou a maior acionista da Oi com uma participação de 15% após a reestruturação da dívida da empresa em dezembro de 2017, que só foi possível com o talento de Teles, que conseguiu na justiça a autorização para tomar decisões sem precisar da autorização do conselho. Uma pergunta que não quer calar: quanto a gestora de recursos gastou para se tornar a principal operadora da telefônica brasileira?

O mais engraçado é que os portugueses da PT tinham 25% da Oi e com a reformulação ficaram com pouco mais de 7%. E estão quietos. E a Golden Tree, que passou a ser a maior acionista, é que está clamando por mudanças.

 

Situação complicada da operadora

Está mais do que complicada a situação na Oi. Os analistas se mostram temerosos com a situação da empresa, e os principais já não se entendem, com alguns querendo mudanças substanciais na cúpula da companhia. Os investidores acham que a situação piorou, pois a Anatel apenas negou a reportagem da semana passada, na qual foi afirmou que o plano do regulador seria decretar a intervenção como um último recurso, por considerar que a Oi pode sobreviver até o próximo ano por causa da sua queima de caixa. A Anatel desmentiu a reportagem, mas deixou a hipótese.

Os analistas do Bradesco BBI revelam preocupação com a intenção da Oi de acelerar seu plano de investimentos, que depende da conclusão bem-sucedida da venda de ativos. Os técnicos do Itaú BBA acreditam que o gatilho para as ações será a implementação de seu plano estratégico, particularmente a materialização das vendas de ativos não essenciais, em vez de resultados trimestrais.

 

Um terço dos brasileiros são desbancarizados

Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva revela a existência no Brasil de 45 milhões de desbancarizados, ou seja, brasileiros que não movimentam a conta bancária há mais de seis meses ou que optaram por não ter conta em banco. Isso significa que de cada três brasileiros adultos, um não possui conta bancária. De acordo com a sondagem, esse grupo movimenta anualmente no país mais de R$ 800 bilhões.

 

O que petróleo tem com sanções da Huawei?

Para os analistas, a cotação do petróleo subiu pois os EUA atrasaram as sanções impostas à Huawei por mais 90 dias, melhorando as relações com Pequim. Em Nova Iorque, o WTI valoriza 1,26% para os US$ 55,56, enquanto o Brent, em Londres, subiu 0,99% para os US$ 59,22.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor