Advertisement

Cedae acumula R$ 12 milhões em multas no Procon

Número de reclamações contra empresa de saneamento em cinco meses já é igual ao de todo o ano passado.

Decisões Econômicas / 17:34 - 06 de Jun de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Deputado Jorge Felippe Neto

A quantidade de reclamações sobre a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) ao Procon-RJ nos cinco primeiros meses de 2019 já ultrapassa o número total do ano anterior: foram 467 queixas só este ano contra 439 em 2018.

O comparativo foi apresentado à CPI da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que investiga as irregularidades na medição do consumo de água pelos hidrômetros da concessionária, presidida pelo deputado Jorge Felippe Neto (PSD).

Segundo o Procon, a Cedae frequentemente deixa o consumidor sem serviço, não dá a informação adequada e cobra valores que o cliente não consegue entender. A Cedae enfrenta 22 processos no Procon, que totalizam multas de R$ 12 milhões, além de 67 processos inscritos na Dívida Ativa, que somam R$ 2,7 milhões.

 

Cidadania vence a primeira

E o PPS, hein? Mudou de nome. Agora se chama partido Cidadania. E não é que deu certo! O Cidadania, em sua primeira eleição, no último domingo, conseguiu eleger seu candidato Vantoil Martins como prefeito de Iguaba Grande. O ex-PPS venceu o candidato do PSL, partido do presidente Bolsonaro. A eleição suplementar foi convocada depois que a ex-prefeita Grasiella Magalhães (PP) e o vice Leandro Coutinho tiveram os mandatos cassados. Agora, os ex-socialistas sonham com uma candidatura própria à Prefeitura do Rio, caso Crivella seja cassado pela Câmara Municipal do Rio.

 

Destombamento do Canecão

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio aprovou esta semana o projeto de lei que cancela o tombamento da casa de shows Canecão, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. A iniciativa partiu do presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT) e do deputado Rodrigo Amorim (PSL). Eles argumentaram que agora a UFRJ, que administra o espaço, poderá reformar e ampliar o local, que poderá voltar a ser palco de grandes espetáculos, como foi no passado. O tombamento impedia qualquer intervenção na antiga casa de shows.

 

Carteira de Trabalho digital

A partir do segundo semestre, o morador de Belford Roxo poderá substituir a carteira de papel por uma digital. O município é o primeiro da Baixada Fluminense a oferecer essa opção. A emissão do documento será feita pela Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Econômico na versão moderna, digitalizada, estilo passaporte. A previsão é de fornecer cerca de mil carteiras mensalmente. O novo modelo do documento, apresenta itens de segurança que dificultam fraudes contra seguro-desemprego, FGTS e benefícios previdenciários.

 

Cães ‘invadem’ a Câmara do Rio

Enquanto os vereadores cariocas discutem o impeachment do prefeito Marcelo Crivella, os cães invadem o saguão principal da Câmara do Rio. Eles estão em imagens registradas pela fotógrafa Fahimi Ganimi na exposição Espécies de Anjos. A mostra pode ser conferida de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. A entrada é gratuita.

 

Mais sangue para os hemocentros

Os poucos locais para coleta de sangue têm desestimulado muitas pessoas a fazerem doações. Por conta disso, os estoques dos hemocentros estão sempre baixos. Para facilitar a coleta e aumentar o número de doadores, a Câmara Municipal do Rio aprovou projeto do vereador Rafael Aloísio Freitas (MDB), que cria o Sistema Móvel de Coleta de Sangue como parte da estrutura da Secretaria Municipal de Saúde. Para isso, a secretaria deverá adquirir veículos devidamente equipados para a tarefa. A ideia é boa, mas faltou por parte do vereador a indicação de uma fonte de receita para a aquisição dos veículos e demais equipamentos necessários.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor