Bolsonaro confirma saída do PSL para fundar partido

Presidente pretende usar grupo de WhatsApp para coletar apoio para criar a nova sigla.

Política / 23:45 - 12 de nov de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na tarde desta terça-feira sua saída do PSL. Ele pretende criar um novo partido, chamado Aliança pelo Brasil. Seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), também deixa a legenda de imediato. Outros deputados aguardam a criação da nova sigla para fazer a transição.
Os advogados de Bolsonaro estimam que conseguirão entregar, até março do ano que vem, as cerca de 500 mil assinaturas exigidas pelo Tribunal Superior Eleitoral para criação da nova sigla. A ideia é viabilizar o partido a tempo de lançar candidatos às eleições de 2020, o que exige aprovação na corte eleitoral até abril.
De acordo com reportagem da BBC Brasil, Bolsonaro pretende usar grupo de WhatsApp para coletar apoio para criar o novo partido. Segundo estimativas, com o aplicativo de conversas, Bolsonaro e seus aliados conseguiriam as quase 500 mil assinaturas exigidas em um período de três a quatro meses, a tempo de lançar candidatos nas eleições.
Em 20 anos de carreira política, Jair Bolsonaro, que começou como vereador na cidade do Rio de Janeiro, em 1989, já passou por oito partidos políticos.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor