BC chinês injeta 200 bilhões de iuanes no mercado

Ação visa a manter a liquidez no sistema bancário em um nível razoavelmente suficiente antes da Festa da Primavera.

Mercado Financeiro / 12:35 - 17 de jan de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Banco Popular da China (PBoC, o Banco Central do país), injetou 200 bilhões de iuanes (US$ 29,03 bilhões) no sistema financeiro nesta sexta-feira via recompras reversas de 14 dias a uma taxa de juros de 2,65%.

A ação visa a manter a liquidez no sistema bancário em um nível razoavelmente suficiente antes da Festa da Primavera, segundo o PBoC.

Um acordo de recompra reversa é um processo em que o Banco Central compra valores dos bancos comerciais por licitação, com um acordo para vendê-los de volta no futuro.

O país continuará a implementar uma política fiscal proativa e uma política monetária prudente, segundo a Conferência Central de Trabalho Econômico realizada em dezembro de 2019.

A qualidade e o efeito da política fiscal devem ser aprimorados com mais esforços no ajuste estrutural, enquanto a política monetária deve ser buscada com flexibilidade moderada para manter a liquidez no mercado em um nível razoavelmente amplo, disse um comunicado divulgado depois da conferência.

 

Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor