Advertisement

Bancos de Macau: 1,3 mi de cartões de crédito pessoal em 2018

Cartões em dólar de Hong Kong cresceram 6,2% eem renminbi 14,3%.

Mercado Financeiro / 11 Fevereiro 2019 - 22:53

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O número de cartões de crédito pessoal emitidos pelos bancos na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) subiu para mais de 1,3 milhão no final de dezembro de 2018, já que tanto o volume de negócios dos cartões de crédito quanto o total dos reembolsos testemunharam um crescimento anual.

De acordo com as estatísticas divulgadas neste domingo pela Autoridade Monetária de Macau, os bancos locais emitiram 1.311.606 cartões de crédito até o fim de dezembro de 2018, um aumento de 2,3% em relação ao trimestre anterior e de 10,5% em relação a 2017.

O número de cartões em pataca cresceu 9,8% (para 923.128). Já os cartões em dólar de Hong Kong subiram 6,2% (para 93.950) e os em renminbi, 14,3% (para 294.528), informou a agência Xinhua.

Até o fim de dezembro de 2018, o limite de crédito concedido por bancos em Macau atingiu 35 bilhões de patacas (US$ 4,3 bilhões), uma alta de 7,8% ante setembro de 2018, e de 22,7% ante dezembro de 2017.

O volume dos recebíveis de cartões de crédito aumentou para 2,8 bilhões de patacas (US$ 347 milhões), dos quais o montante de prorrogação atingiu 795,9 milhões de patacas (US$ 98,7 milhões), representando 28,2% do total dos recebíveis de cartões de crédito.

O índice de inadimplência, ou seja, a taxa entre o montante inadimplente vencido há mais de três meses e os recebíveis de cartão de crédito, caiu 0,17 ponto percentual, para 1,32%, em comparação com o período anterior.

No quarto trimestre de 2018, o volume de negócios com cartão de crédito totalizou 6,1 bilhões de patacas (US$ 756 milhões), um aumento de 8,6% em termos trimestrais e de 8,5% em termos anuais. Os reembolsos com cartão de crédito, incluindo juros e comissões, aumentaram 2,6% em termos trimestrais e 10,3% em termos anuais, para 5,8 bilhões de patacas (US$ 719 milhões).

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor