Banco Central da China injeta liquidez no mercado

PBoC conduziu US$ 8,53 bi de recompras reversas de sete dias, com um acordo para vendê-los de volta no futuro.

Mercado Financeiro / 11:48 - 13 de ago de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Banco Popular da China (PBoC, o Banco Central do país) continuou a injetar dinheiro no sistema financeiro nesta terça-feira através de operações no mercado aberto para manter a liquidez no mercado.

A institução conduziu 60 bilhões de iuanes (US$ 8,53 bilhões) de recompras reversas de sete dias, um processo no qual o Banco Central compra títulos dos bancos comerciais através de licitação, com um acordo para vendê-los de volta no futuro.

A taxa de juros para a operação ficou em 2,55%.

Nenhum acordo de recompra reversa terá vencimento nesta segunda-feira.

A China prometeu manter sua política monetária prudente "nem muito rigorosa nem muito frouxa" e fará ajustes de forma oportuna e moderada, disse o PBoC na sexta-feira passada, acrescentando que o país não recorrerá a políticas de estímulo no estilo de inundação.

 

Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor