Advertisement

Avianca, no vermelho, pode vender ativos para Azul

A aquisição soma US$ 105 milhões.

Empresas / 11 Março 2019 - 23:01

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A companhia aérea Azul informou nesta segunda-feira que assinou uma proposta de aquisição de ativos da Avianca Brasil, que incluem aviões e slots (termo usado na aviação para se referir ao direito de pousar ou decolar em aeroportos congestionados). A aquisição soma US$ 105 milhões. De acordo com o comunicado, a aquisição envolve o direito de a Azul usar 30 aeronaves Airbus 320 da frota da Avianca Brasil e a cessão de 70 slots de aeroportos hoje ocupados pela Avianca.
Segundo o comunicado ao mercado, a aquisição será por meio de uma Unidade Produtiva Isolada (UPI). O mecanismo é previsto na Lei de Falências e Recuperações Judiciais para venda de ativos rentáveis de companhias que enfrentam problemas financeiros. Pela proposta, a Avianca seria desmembrada e uma parte da empresa constituída por meio de UPI seria comprada pela concorrente.
A proposta não é vinculante, mas pode gerar um aporte considerável de recursos para a Avianca que, desde dezembro, está em recuperação judicial, com dívidas de cerca de R$ 500 milhões.

Leia mais:

https://monitordigital.com.br/azul-r-400-mi-para-formar-empresa-com-ativos-da-avianca-brasil

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor