Aumenta participação feminina em empresas familiares

Estudo avaliou a participação de 217 empresas familiares de 19 estados de todas as regiões do país.

Conjuntura / 10:56 - 10 de mai de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A participação feminina nas empresas familiares teve um aumento, passando de 21% em 2017 para 31% em 2018, de acordo com a última edição da pesquisa "Retratos de família realizada pela KPMG. Em 28% das empresas, elas ocupam um cargo em número reduzido, uma queda em relação ao ano anterior (34%). O estudo contou com a participação de 217 empresas familiares de 19 estados de todas as regiões do país.

Os dados do levantamento mostraram que um número significativo de mulheres ainda não ocupa uma posição de destaque, mas que houve uma queda nesse índice: 45% em 2018 e 41% em 2017.

"Os dados indicam que a participação das mulheres nos cargos de liderança nas empresas familiares em todos os níveis tem aumentado nos últimos anos, mesmo que lentamente. Mas, o fato de eles ocuparem um lugar de liderança ainda é um desafio", analisa o sócio da KPMG e responsável pela pesquisa, Sebastian Soares.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor