Até quando ficará o 4º presidente do Inep?

No mesmo dia do encerramento das inscrições para o Enem 2019.

Conjuntura / 22:30 - 17 de mai de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

No mesmo dia do encerramento das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, o Ministério da Educação anunciou, nesta sexta-feira, o quarto nome a ocupar, desde o início da gestão Bolsonaro, a presidência do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Trata-se de Alexandre Ribeiro Pereira Lopes que ocupara o lugar deixado pelo delegado Elmer Coelho Vicenzi, que foi demitido nesta quinta-feira, após um mês no cargo.

Autarquia vinculada ao Ministério da Educação, o Inep é responsável por avaliações como o Enem e o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), aplicado a estudantes desde a alfabetização até o ensino médio, além dos censos Escolar e da Educação Superior. Servidor público de carreira, Alexandre Pereira Lopes exerce atualmente o cargo de diretor legislativo na Secretaria Executiva da Casa Civil da Presidência da República. O novo presidente do Inep é formado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Direito pela Universidade de Brasília (UnB).

De janeiro a maio já ocuparam a presidência do Inep: Maria Inês Fini, demitida em 14 de janeiro: Marcos Vinicius Rodrigues, de 22 a 26 de março: e o delegado da Política Federal Elmer Licenzi, que ficou de 15 de abril a 16 de maio. Nos meios ligados à educação especulam-se quanto tempo vai durar a nova gestão diante do imbróglio entre olavistas e militares.

 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor