ANP admite risco de desabastecimento de combustíveis

Greve nacional dos petroleiros se ampliou para 113 bases, diz FUP.

Conjuntura / 23:32 - 13 de fev de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Documento obtido pela agência de notícias Reuters revela que a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) alertou o Tribunal Superior do Trabalho (TST) para risco de desabastecimento de combustíveis no Brasil com a greve dos petroleiros.

Procurado pela Reuters nesta quinta-feira, o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, afirmou que até agora não houve impactos no abastecimento devido à paralisação, mas reconheceu que “pode vir a ter”. No documento entregue ao TST na última terça-feira, Oddone afirmou que a Petrobras adotou solução temporária, alocando equipes de contingência para atuar nas unidades operacionais, mas “tal solução não se sustentará ao longo do tempo, podendo causar impactos diretos na produção de derivados em função da redução da carga ou até mesmo pela parada total das refinarias”.

De acordo com a Federação Única dos Petroleiros (FUP), o 13º dia da greve trouxe a ampliação da paralisação para 113 bases do Sistema Petrobras, em 13 estados, com mais de 20 mil petroleiros mobilizados. São 53 plataformas, 23 terminais, 11 refinarias e 23 outras unidades operacionais e três bases administrativas, segundo o levantamento divulgado pela entidade.

Na Bacia de Campos, houve adesões de três plataformas nestas quarta e quinta-feira. Até o momento, 33 de um total de 39 plataformas da região aderiram à luta nacional da categoria para reverter as demissões na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR), cujos trabalhadores já estão recebendo telegramas, comunicando a dispensa.

Em Brasília, os petroleiros buscaram interlocução com os parlamentares. Segundo a FUP, os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, se comprometeram a buscar uma saída para o impasse junto ao governo e à direção da Petrobras.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor