Agronegócio exporta US$ 8,73 bilhões em março

Negócios Internacionais / 17 abril 2017

O agronegócio representou 43,5% do valor total das vendas externas brasileiras no mês passado. Os embarques do setor somaram US$ 8,73 bilhões – recorde para os meses de março –, com aumento de 4,6% em comparação aos US$ 8,35 bilhões alcançados em março de 2016. Com as importações de US$ 1,39 bilhão, o saldo da balança comercial do agro foi de US$ 7,34 bilhões, com acréscimo de 2,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Os números foram divulgados pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Em março, o complexo soja representou 46,5% de todas as exportações do agronegócio. Em seguida, aparecem carnes, com 15,4%; produtos florestais, com 10,1%; complexo sucroalcooleiro, com 8,8%; e café, com participação de 5,8%. Juntas, as vendas externas dos cinco setores equivalem a 86,7% do total exportado pelo agro em março de 2017. Segundo a SRI, as exportações do complexo soja cresceram 16,8% em relação a março de 2016, totalizando US$ 4,06 bilhões. A maior parcela desse valor corresponde às exportações de soja em grãos, que atingiram valor e quantidade recordes para o mês de março, com US$ 3,53 bilhões (+20,8%) e 8,98 milhões de toneladas (+7,2%).

Vendas externas de minérios crescem 130%

Com a recuperação dos preços das commodities minerais, sobretudo do minério de ferro, o Brasil exportou US$ 6 bilhões a mais desse tipo de produto do que importou no primeiro trimestre de 2017. Esse resultado é ainda 130% maior que o registrado em igual período do ano passado. Segundo o Ministério de Minas e Energia, esse saldo foi formado pela diferença entre exportações de US$ 11,7 bilhões e importações de US$ 5,7 bilhões. A participação do setor no total das exportações brasileiras também cresceu, alcançando 15% em março.

Embarques de carne têm crescimento

As exportações brasileiras de carne bovina renderam US$ 501 milhões em março, um aumento de 22% sobre fevereiro. Foram embarcadas 125 mil toneladas, um crescimento de 20% na mesma comparação. Em relação a março do ano passado, quando as vendas externas somaram US$ 517 milhões, houve um recuo de 3% no faturamento. Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec). “Os resultados positivos registrados em março demonstram a força da indústria brasileira de carne bovina e seu potencial como exportadora. Os dados confirmam que a operação policial, desencadeada em 17 de março, não foi capaz de afetar substancialmente a média das exportações, até porque muitos mercados que interromperam as negociações após as notícias veiculadas, reabriram rapidamente, demonstrando confiança na carne bovina brasileira”, disse o presidente da Abiec, Antonio Jorge Camardelli, em nota divulgada pela entidade.

Comitê Executivo Camex volta para Mdic

Secretaria-Executiva da Câmara de Comércio Exterior (Camex) foi oficialmente transferida do Ministério das Relações Exteriores para Mdic. Conforme decreto presidencial publicado no Diário Oficial da União (DOU), o ministro Marcos Pereira, deverá indicar, nos próximos dias, o secretário-executivo da Camex. O decreto também determina que Comitê Executivo de Gestão da Camex, o Gecex, passe a ser presidido pelo titular do Mdic. Cabe ao colegiado, entre outras atribuições, elaborar recomendações ao Conselho da Camex e supervisionar as recomendações do Comitê Nacional de Facilitação do Comércio (Confac) e do Comitê Nacional de Investimentos (Coninv).

Comitiva de importadores de arroz no Brasil

Um grupo de sete importadores mundiais de arroz desembarca em breve no Brasil para uma série de visitas técnicas e rodadas de negócios com indústrias brasileiras fornecedoras deste cereal. Os importadores chegam a convite do projeto Brazilian Rice – iniciativa da Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para o incentivo às vendas de arroz do Brasil no mercado internacional. A agenda da comitiva será executada entre os dias 8 e 10 de maio, em Pelotas (RS), ocorrendo em paralelo às atividades da Expoarroz.

contato: editor@exportnews.com.br