Agências de risco rebaixam Reino Unido após Brexit

Internacional / 20:16 - 27 de jun de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A agência de classificação de risco Standard & Poor's reduziu nesta segunda-feira a nota de crédito do Reino Unido de AAA para AA e manteve como negativas as perspectivas do país devido ao resultado do referendo da semana passada. Com a iminente saída de Londres da União Europeia, a S&P decidiu retirar da economia britânica a classificação “triple A”, a maior de todas. “O corte reflete os riscos de uma clara piora nas condi-ções de financiamento e os riscos para as perspectivas econômicas, de orçamento e sobre o papel da libra esterlina como moeda de reserva”, explicou a agência. Segundo a agência, até o quadro constitucional do Reino Unido está ameaçado, já que a Escócia quer realizar um novo plebiscito de independência, para assim permanecer na UE. Após a S&P, a agência de classificação de risco Fitch também reduziu a nota de crédito do Reino Unido, que passou de AA+ para AA. Para a empresa, o referendo da semana passada provocará um “quadro político menos previsível, estável e eficaz”. O governo britânico disse, também nesta segunda-feira, que não pretende convocar outro referendo sobre a saída do país da União Europeia (UE). A hipótese de uma nova consulta popular ganhou força nos últimos dias, quando mais de 2 milhões de pessoas assinaram uma petição online solicitando outro referendo.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor