Abutres: Macri obtém vitória na Câmara

Internacional / 22:51 - 16 de mar de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, obteve nesta quarta-feira uma vitória no Congresso. Após 20 horas de debates, a Câmara dos Deputados aprovou, por 165 votos a favor e 86 contra, a revogação de duas leis que impedem o pais de negociar acordos mais favoráveis com a minoria (7%) dos credores que não aderiu às duas propostas de renegociação da divida externa depois da moratória de 2001. Nos últimos 15 anos, a Argentina pagou o que devia ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e renegociou a divida com o Clube de Paris e 93% dos credores que aceitaram descontos de ate 60%. Entretanto, o governo não conseguiu convencer uma minoria – especialmente os chamados “fundos abutres” -, que aproveitaram a crise para comprar títulos a preços baixos e recorreram à Justiça para cobrar o valor total, além dos juros. Após uma longa batalha nos tribunais norte-americanos, um grupo de fundos abutres obteve sentença favorável. Os recursos argentinos, depositados em bancos dos Estados Unidos para pagar a divida reestruturada, foram bloqueados até que o país cumprisse a sentença. Ao assumir, Macri negociou um acordo com os “abutres”, que depende da revogação das duas leis para ser implementado. O governo agora depende da ratificação do Senado para terminar de pagar o que deve e voltar a ter acesso ao mercado financeiro internacional.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor